Semana cultural vai até quinta com exposições, minicursos e música

Bibliocult marca 2ªAs bibliotecas contemporâneas são espaços multiuso que vão além da consulta e do empréstimo de livros. Já fazem parte da realidade desses locais o uso de computadores, a oferta de internet sem fio e a realização de reservas on-line. No Instituto Federal de Sergipe (IFS), a biblioteca do Campus Itabaiana está indo ainda mais longe: de hoje até quinta, 10, realiza a “Semana Bibliocult: cultura além da leitura”, que busca aproximar os estudantes de manifestações artísticas e ofertar oficinas de vídeo e artesanato.

A idealizadora do evento é Jeane Gomes, bibliotecária-documentalista do Campus Itabaiana. Ela explica que é importante que as bibliotecas facilitem o contato de leitores com outras fontes de cultura, especialmente com as quais muitos não têm acesso. “Museus, por exemplo, são pouco visitados, enquanto a produção cinematográfica local não é vista por grande parte dos que frequentam as salas de exibições”, completa Jeane.

A programação da Semana Bibliocult inclui também visitas a museus e espaços de preservação ambiental de Itabaiana e Aracaju, bem como exibição de documentários – a última atração contará, inclusive, com a presença de Jéssica Maria Araújo, roteirista, produtora e diretora de arte. Haverá, ainda, uma exposição acontecendo dentro do próprio campus.

Apresentações

No dia 18 de novembro, a comunidade acadêmica do Campus Itabaiana terá a oportunidade de participar do evento de encerramento da Semana Bibliocult. Na parte da manhã, os estudantes poderão cantar, tocar, dançar ou representar, bem como prestigiar os artistas convidados. À tarde haverá a exposição “História e Cultura de Itabaiana”. 

A Semana Bibliocult está sendo realizada com apoio da Chefia de Gabinete e da Assessoria de Comunicação.

Programação:

07 (08h às 17h)Em Itabaiana: visita ao museu Artístico e Histórico Antônio Nogueira, city tour e visita ao Parque dos Falcões. 

08 (08h às 17h)Em Aracaju: visitas ao Palácio-museu Olímpio Campos e ao Oceanário. 

09 (08h às 12h)No campus: oficina de vídeo (com Cícero Nascimento). 

09 (13h às 16h)No campus: oficina de artesanato (com Luciana Gois). 

10 (13h30 às 15h30)Na sala de videoconferência do campus: exibição de documentários com a presença de Jéssica Maria Araújo, roteirista, produtora e diretora de arte. 

18 (13h30 às 16h30)Na quadra de esportes do campus: Atrações de música, dança e teatro: apresentações de artistas convidados, alunos, alunas e servidores. 

18 (13h30 às 22h)Exposição História e Cultura de Itabaiana.

Em contrução

" Em Construção"

Biblioteca do Campus Tobias Barreto inaugura a "bibliotroca"

bibliotroca1No dia 15 de Abril de 2016 foi iniciado no campus Tobias Barreto o projeto Bibliotroca, uma plataforma social presente em diversas praças do país que visa estimular a leitura e oferta de novos livros ao leitor de forma livre e colaborativa. bibliotroca2

 

A única regra é o respeito pela proporção de um para um na hora da troca, ou seja, para participar basta que o usuário traga um livro e leve
outro de sua livre escolha. 

Histórico do RIFS

HISTÓRICO DO REPOSITÓRIO INSTITUCIONAL DO IFS - RIFS

O Repositório Institucional do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe (RIFS) faz parte do movimento mundial de acesso aberto à produção científica e acadêmica. E tem como objetivo possibilitar uma maior visibilidade da Instituição e valorização, preservação e divulgação da sua produção, contribuindo para sistematizar uma política de disseminação para o Instituto, bem como para disponibilizar a sociedade o resultado de suas atividades de ensino, pesquisa, extensão e inovação.

O projeto de elaboração do Repositório Institucional do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (RIFS) foi idealizado pela Diretoria Geral de Bibliotecas em meados de 2015, e no objetivo de sua implementação foi instituída, por meio da Portaria nº 818 de 30 de março de 2016, uma Comissão composta pela Diretora Geral de Bibliotecas Kelly Cristina Barbosa, pelo Coordenador de Recursos Informacionais Salim Silva Souza, pela Coordenadora Geral de Protocolos e Arquivos (CGPA) Dulce Elizabeth Lima de Sousa e Silva, pelo Coordenador de Sistemas de Informação (CSI) Carlson Santana Cruz e a Professora Vana Hilma Veloso Carvalho.

O sistema aprovado por essa Comissão para a implantação do RIFS foi o software livre Dspace, o mais utilizado em desenvolvimento de repositórios virtuais, e para uma melhor visualização do usuário adotou-se a interface JSPUI. A Diretoria de Tecnologia da Informação (DTI) ficou responsável por esse processo, no qual merecem ser citados o Diretor do DTI, Fernando Lucas de Oliveira Farias e o Design Gráfico Rafael Oliva. Em paralelo a isso foi sendo estruturada a política e todo processo administrativo e operacional do RIFS.

Nos meses de agosto a outubro foram desenvolvidos o layout final, as configurações internas e testes no software para certificação do funcionamento operacional no RIFS. Por meio da Portaria 2997/2016, de 21 de outubro de 2016 foi criada a Coordenadoria do Repositório Institucional do IFS - CRIFS subordinada a Diretoria Geral de Bibliotecas para gerir todo o processo de submissões na base de dados, interagindo com os coordenadores de curso, professores e editoras contribuindo para democratização do conhecimento e disseminação da informação.

Dia da Biblioteca é comemorado com premiação aos leitores mais assíduos

A escolha de 9 de abril para comemorar o Dia da Biblioteca remete ao ano de 1980 - um decreto publicado neste dia instituiu no país a Semana Nacional do Livro e da Biblioteca, bem como o dia do bibliotecário. Como forma de celebrar a data, professores de diversos cursos do Instituto Federal de Sergipe – Campus Itabaiana presentearam os leitores que mais frequentaram o espaço em 2015 com livros.

A ação já está no segundo ano e tem como objetivo estimular ainda mais a freqüência à Biblioteca e o hábito da leitura. A premiação de leitores é sempre um momento especial, mas neste ano a iniciativa é ainda mais significativa, uma vez que 2015 foi um ano de grandes desafios - a biblioteca serviu de principal fonte de pesquisa para os primeiros formandos do curso superior e de um dos cursos integrados. Roger Dias, gerente de ensino, comenta que a biblioteca, seja ela composta de livros físicos ou digitais, sempre enriquece e completa o conhecimento repassado pelo professor. “Além disso, proporciona a todos que a utilizam um universo de conhecimento imensurável”, aponta.

A bibliotecária Jeane Gomes explica que a Biblioteca do Campus Itabaiana mantém um excelente acervo para o curso superior e incentiva todos os alunos a buscar o conhecimento em outras fontes, como o portal da CAPES. ”A expectativa é que, até o final de 2016, tenhamos um ótimo acervo para todos os cursos. No ano passado, também foram adquiridos cerca de 500 exemplares impressos de literatura, além de muitos títulos em formato PDF terem sido disponibilizados em nossa base de dados. Se desejamos que o leitor frequente a biblioteca, é fundamental o enriquecimento do acervo”, avalia.

Premiados

Os alunos que mais possuem o hábito de freqüentar o espaço de leitura do Campus Itabaiana em 2015 foram Anderson da Silva Carvalho e Mayná Santos Andrade, do curso de Logística; José Orlando Teles da Silva, dos cursos subsequentes; José Valter da Silva Júnior, do integrado; e Karolayne de Jesus, que está sendo agraciada por ter sido a estudante que mais buscou livros de literatura no espaço. Eles foram premiados com livros, respectivamente, dos professores Ilka Bianchini, Eurílio Pereira, Roger Dias, Sheyla Rodrigues, e da auxiliar de biblioteca Amanda Xavier.

Anderson Carvalho, aluno de Logística, ficou satisfeito com o reconhecimento da Biblioteca e explica que o acervo do espaço é a extensão das aulas em sala, porém em maior profundidade. “O professor nos dá a direção a seguir e o restante fica por nossa conta, buscando um conhecimento mais detalhado dos assuntos passados, nesta ‘segunda sala de aula’ que é a biblioteca”. O professor Eurílio Pereira, do curso de Logística, parabenizou os alunos homenageados pela frequência com que fazem uso da Biblioteca e presenteou com uma obra a aluna Mayna Andrade. “Desejo que o livro sirva como um incentivo a mais para que ela cultive o amor que já possui pela leitura”.

Amanda Xavier, auxiliar de biblioteca, aponta a importância dos livros para o crescimento intelectual das pessoas. “Ler é um hábito que deve ser cultivado, pois possibilita a descoberta de um novo mundo. É através da leitura que conseguimos nos expressar melhor, adquirir conhecimento e estimular nossa imaginação”. Opinião semelhante possui o aluno José Orlando Teles: “a Biblioteca tem a importância de complementar a busca por informações para a minha formação. Fico feliz por ter sido contemplado com o livro pelo fato de ter buscado o acesso a mais informações".

Matéria sobre a premiação do ano passado aqui

©2016 DTI - Diretoria de Tecnologia da Informação | Hospedado por DTI - Diretoria de Tecnologia da Informação do Instituto Federal de Sergipe