Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Administração > Manual de Gestão por Processos permitirá avaliação de desempenho mais completa ligada à produtividade
Início do conteúdo da página
fluxo

Manual de Gestão por Processos permitirá avaliação de desempenho mais completa ligada à produtividade

Publicado: Terça, 30 de Outubro de 2018, 11h48

1Uma das principais metas dos órgãos da administração pública é aumentar a sua capacidade de ofertar os melhores serviços utilizando apenas os recursos necessários para executá-los. O nome que se dá para a otimização dos esforços é eficiência e a aplicação desse princípio está prevista até na Constituição Federal.

Existem diferentes formas de alcançar o nível de qualidade administrativa e uma delas é através da reorganização dos processos de trabalho. Ciente dessa necessidade, neste mês o Instituto Federal de Sergipe (IFS) lançou o Manual de Gestão por Processos, que é o passo inicial para a implantação do método e para modificação qualitativa da configuração organizacional. A perspectiva é a de que, em médio prazo, seja possível ofertar serviços administrativos ainda melhores e estipular metas de eficiência e eficácia para os servidores.

Para chegar ao modelo de Gestão por Processos mais adequado à realidade do IFS, foram aplicadas modernas técnicas de gestão como, por exemplo, a aplicação do método cíclico de gerenciamento de processos, execução da linguagem BPMN e utilização do software Bizagi Modeler. Além disso, foi criado um Portal de Processos no hotsite da Prodin para documentar e tornar transparente todas as ações, processos mapeados e um painel de indicadores.

O Manual de Gestão por Processos foi lançado com a proposta de ser uma publicação que elabora os melhores fluxos institucionais e através do qual os servidores poderão realizar consultas constantes e tirar dúvidas. O administrador Márcio de Souza Costa é o responsável pela elaboração do Manual de Gestão por Processos.

Ele aponta a importância da disseminação do método entre o público interno para que a aplicação seja a mais correta possível e os resultados sejam alcançados. “É uma nova forma de trabalhar a que estamos começando a implantar e os seus efeitos virão no médio prazo”, explica Márcio, que também é o chefe do Escritório de Processos da Pró-reitoria de Desenvolvimento Institucional do IFS.

2Perspectivas

A Gestão por Processos entende a instituição como uma articulação de direções de trabalho que devem ser mapeados e dispostos em fluxogramas. Como resultado, a própria estrutura funcional é modificada. A organização vertical hierárquica dá lugar a uma estrutura horizontal, na qual a supervisão não é atribuída a cargos, mas aos responsáveis por cada processo de trabalho.

“A implantação do método permitirá a criação de um sistema de avaliação de desempenho completo, por meio de indicadores de produtividade operacionais, e também estipular metas de eficiência e eficácia”, completa Márcio. A Gestão por Processos pode melhorar a execução de serviços organizacionais diversos, que vão do lançamento de notas dos alunos, da reserva de salas de aula e equipamentos até a solicitação de material do almoxarifado.

Acesse o Manual de Gestão por Processos

 

 

Fim do conteúdo da página