Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Propriá > Início das aulas é marcado por debate sobre mercado de trabalho e oficina de QR Code
Início do conteúdo da página
propriá

Início das aulas é marcado por debate sobre mercado de trabalho e oficina de QR Code

Escrito por GERALDO BULHOES BITTENCOURT FILHO | Criado: Quarta, 24 de Janeiro de 2018, 15h33 | Publicado: Quarta, 24 de Janeiro de 2018, 15h33

2Localizado na região do baixo São Francisco, o campus recebeu cerca de 80 novos alunos para os seus cursos de informática

O início do semestre letivo é o momento adequado não apenas para os alunos conhecerem a estrutura e o funcionamento da instituição, mas também para aprenderem novos conteúdos. Foi com esse pensamento que o Instituto Federal de Sergipe – Campus Propriá deu as boas-vindas para os antigos e os novos estudantes dos cursos de Redes de Computadores e Manutenção e Suporte em Informática. Nos três primeiros dias, todos os discentes trocaram experiências sobre o mercado de trabalho na área de computação e debateram a relação entre tecnologia e comportamento. Os veteranos, além de se envolverem nas discussões, participaram de uma oficina de produção de QR Code.

A preocupação em proporcionar reflexões sobre o mercado de trabalho foi um dos pontos mais elogiados pelos novos estudantes. A iniciativa justifica-se em virtude de o Campus Propriá ofertar à comunidade cursos de nível técnico, que buscam principalmente a rápida inserção profissional. Para falar sobre o tema e compartilhar a sua experiência no mercado, a instituição convidou o engenheiro mecânico César Mendonça, que é sócio-gerente da Lancore Networks - empresa de telecomunicações com abrangência nacional que possui sede no estado de São Paulo - e possui no currículo passagens por empresas como IBM e Microsoft.

Conteúdo

3Após o aprendizado sobre a realidade profissional, os estudantes veteranos do Campus Propriá participaram da oficina de produção de QR Code com o docente Marcos Pereira dos Santos. No mesmo momento, os calouros participaram de uma reunião com os representantes das coordenadorias de registro escolar, assistência estudantil e dos cursos de informática, na qual foram explanadas as dinâmicas dos três setores. De acordo com Daniele Amaral Menéndez, diretora geral do Campus Propriá, é necessário apresentar aos estudantes que estão chegando os projetos de pesquisa e extensão e a estrutura organizacional do IFS. “Desde o primeiro momento, levamos o aluno a perceber que o IFS trabalha incessantemente para oferecer uma base educacional sólida e diversificada”, afirma.

Nos primeiros três dias de aula, os alunos ainda receberam orientações sobre a utilização da biblioteca; integraram uma roda de conversa com profissionais da educação que tratou da importância da dedicação aos estudos; receberam informações sobre atendimento com a psicóloga, a assistente social e o pedagogo; e tiraram dúvidas sobre os auxílios financeiros, o sistema acadêmico e o Regulamento da Organização Didática (ROD), documento que aponta os direitos e deveres dos estudantes. Por fim, ainda participaram de sorteio de livros, bolsas, squeezes e pen drives.

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página