Essa pagina depende do javascript para abrir, favor habilitar o javascript do seu browser!
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Glória > Racismo é o tema da terceira edição do projeto Diálogos Contemporâneos
Início do conteúdo da página
EXTENSÃO

Racismo é o tema da terceira edição do projeto Diálogos Contemporâneos

Criado: Quarta, 07 de Abril de 2021, 16h21 | Publicado: Quarta, 07 de Abril de 2021, 16h21 | Última atualização em Sexta, 09 de Abril de 2021, 16h16

Roda de conversa online traz professor da UFRRJ com a palestra “Racismo ou mimimi”

Por Andrêzza Castro

thumb3Após o grande sucesso das duas primeiras edições, o projeto de extensão "Diálogos Contemporâneos do IFS: Informação, Conhecimento, Cultura e Educação" do Campus Glória aborda, neste mês de abril, a temática "Racismo". Com o objetivo de promover o debate, nesta sexta-feira (09), às 18h30, no , o Campus Glória promove a palestra “Racismo ou mimimi” com o Prof. Dr. Álvaro Pereira do Nascimento da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ).

A palestra terá como mediadora a Profª. Drª. Mariana Barreto de Góis, lotada no Campus Glória e co-autora do projeto Diálogos Contemporâneos. “Esperamos que a comunidade interna e externa do IFS possa dirimir questões acerca do racismo e suas formas de disseminação na cotidianidade. É preciso observar as formas de racismo ocultas em nossa prática social e compreender como se dissemina, no Brasil, o que chamamos de racismo estrutural”, pontuou a professora.

O evento é aberto à comunidade em geral, porém àqueles que desejem receber certificado, devem realizar inscrição no Sistema de Publicação do IFS - Sispubli.

 

Projeto Diálogos Contemporâneos

DC editadoDesde o mês de fevereiro, o projeto de extensão "Diálogos Contemporâneos do IFS: Informação, Conhecimento, Cultura e Educação" promove rodas de conversas mensais sobre temas relevantes da sociedade contemporânea. As primeiras rodas tiveram como temática, “Pandemia e Saúde Mental” (fevereiro/2021) e “Fake News e Redes Sociais” (março/2021).

O projeto tem como autora a Profª. Ma. Essia de Paula Romão-Torres e co-autora, a Profª. Drª. Mariana Barreto de Góis do IFS/Campus Glória e, ainda, uma comissão organizadora formada pela docente Daysi Lange do IFS/Campus Itabaiana, a servidora Andrêzza Castro do IFS/Campus Glória, além das alunas dos curso Técnico Integrado em Agropecuária do Campus Glória, Giovanna Santos Rodrigues , Nairely da Silva Aragão e Rosilene Oliveira de Jesus e a aluna Rebeka Pereira Souza Santos do curso Técnico Integrado em Manutenção e Suporte em Informática do IFS/Campus Itabaiana.

O projeto conta com um perfil no Instagram administrado por alunos, sob a supervisão das docentes do projeto com o objetivo de orientar, informar e indicar aos alunos fontes confiáveis e estratégias de pesquisa frente às “fake news”.

Outra ação do projeto é a preparação dos alunos para o debate, através do estímulo à pesquisa e leituras bibliográficas. As temáticas são repassadas previamente aos discentes para que os mesmos possam pesquisar e levar suas dúvidas sobre os temas em questão, analisando os acervos digitais do Arquivo Nacional, da Hemeroteca Digital, do Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe, bem como acervo de jornais sergipanos. “Nosso objetivo é proporcionar aos discentes o contato com pesquisas e desenvolver a criticidade nos debates propostos pelas rodas de conversa”, explicou Éssia Romão, autora do projeto.

O público-alvo do projeto Diálogos Contemporâneos são os alunos dos cursos técnicos Integrados dos campi Glória e Itabaiana, contudo as rodas de conversa online, bem como o perfil do Instagram estão abertos a toda a comunidade acadêmica e social.

Até o mês de junho deste ano, serão realizadas uma roda de conversa por mês, sempre online e abertas ao público em geral, com transmissão pelo canal do YouTube do Campus Glória.

Prof. Dr. Álvaro Pereira do Nascimento

Dr.ALVARO PGraduado em bacharelado e licenciatura em História pela Universidade Federal Fluminense (UFF), mestre e doutor em História pela Unicamp. Atualmente, é professor associado da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ/Campus Nova Iguaçu) e faz parte do corpo docente permanente dos programas de Pós-Graduação em História (PPHR) e do Programa de Pós Graduação Interdisciplinar em Humanidades Digitais (PPGIHD) da mesma universidade. Atua, principalmente, nas áreas de História, com ênfase em História do Brasil, seus temas e objetos de pesquisa preferidos são escravidão, pós-abolição, História da Baixada Fluminense, História da África, Cidadania, História Militar e Ensino de História. Vencedor do Prêmio do Arquivo Nacional de Pesquisa como livro “A Ressaca da Marujada: recrutamento e disciplina na Armada Imperial” (1999), Álvaro realiza um trabalho social de combate ao racismo e conscientização de jovens negros com debates e rodas de conversa, alertando que racismo não é mimimi.

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página