Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Socorro > Maior alcance na região metropolitana
Início do conteúdo da página
CAMPUS SOCORRO

Maior alcance na região metropolitana

Escrito por PABLO BOAVENTURA | Publicado: Segunda, 04 de Setembro de 2017, 11h05

A chegada em Nossa Senhora do Socorro faz com que o IFS esteja em três dos quatro municípios da Região Metropolitana de Aracaju

socorroNossa Senhora do Socorro é um daqueles municípios que costumam ser chamados de cidades-dormitórios em virtude da sua proximidade geográfica com a capital. Diferente de muitas das cidades que também recebem esse título, Socorro experimentou um grande crescimento econômico e ganhou autonomia em relação a Aracaju – com mais de 170 mil habitantes e uma zona industrial imponente, deixou para trás cidades tradicionais como Estância e Lagarto e desde 2010 é a segunda maior de Sergipe em receita, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). E é nesse município que o Instituto Federal de Sergipe (IFS) inaugura, no início de agosto, o seu 9º campus no estado.

A chegada do IFS em Nossa Senhora do Socorro representa maior alcance do ensino técnico e tecnológico na Região Metropolitana de Aracaju (RMA), aglomeração urbana composta também pelas cidades de Aracaju, São Cristóvão e Barra dos Coqueiros – apenas a última não conta ainda com uma unidade da instituição. As quatro cidades juntas têm população estimada de mais de 900 mil habitantes e ocupa a quarta posição no que toca à densidade demográfica entre as regiões metropolitanas das capitais estaduais brasileiras, segundo estimativa calculada pelo IBGE em 2014 – a Grande Aracaju é superada apenas pelas regiões integradas de São Paulo, Rio de Janeiro e Recife.

A nova unidade do IFS está instalada no bairro Marcus Freire I, em prédio recém construído que possui estrutura física e tecnológica modernas. O Campus Socorro é resultado do processo de expansão III pelo qual o IFS vem passando nos últimos anos. O prédio é constituído por salas de aula, laboratórios, salas da administração, biblioteca ampla e com ótimo acervo bibliográfico para consulta, além de miniauditório para a realização de palestras e atividades educativas para os alunos e membros da comunidade local. Alinhado aos interesses da juventude por qualificação profissional, o IFS chega com a missão de ofertar cursos técnicos e, futuramente, de nível superior, que estejam em sintonia com as características econômicas da cidade.

Necessidades locais

DSC 0654O Campus Socorro dá início às suas atividades com a oferta do curso técnico na forma subsequente de Manutenção e Suporte em Informática, que é aquele voltado às pessoas que já concluíram o nível médio e querem buscar profissionalização na área de computação. Com a grande concentração de indústrias em setores como os de alimentos, malhas, cimento, pneus, cosméticos, peças automotivas, estofamento, gesso e mineração, o curso será capaz de ofertar rapidamente mão de obra qualificada em informática para o centro de indústrias que emprega cerca de 7.200 trabalhadores diretos, bem como para o pujante comércio local, o qual é composto inclusive por um shopping center.

Também na grande área de computação está a segunda modalidade de curso do Campus Socorro – de forma semipresencial, o curso técnico em Informática para Internet será ofertado para estudantes que estão cursando a 2ª série do ensino médio. Se antes o aluno da rede estadual, por exemplo, tinha de se deslocar para Aracaju para complementar seus estudos com um curso de nível profissionalizante de qualidade, agora ele pode se qualificar no mesmo município em que reside – com duração de 1 ano e encontros semanais, o curso acontecerá através do programa federal Médio-Tec e terá a certificação do próprio IFS.

Cidadania

Os projetos pedagógicos dos cursos foram pensados para capacitar os estudantes não apenas para o mercado de trabalho, mas para exercerem seu papel de cidadãos éticos e comprometidos com as transformações sociais da realidade em que vivem. É por essa razão que a equipe que compõe o campus é multidisciplinar, da qual fazem parte, além dos professores, pedagoga, psicólogo, comunicólogo, bibliotecário e assistentes administrativos – a perspectiva é de que, com o aumento da demanda de cursos e de alunos matriculados, profissionais de áreas como medicina, enfermagem, assistência social e protocolo e arquivo também componham o quadro técnico administrativo do campus.

De acordo com Alberto Aciole Bomfim, diretor geral do Campus Socorro, o início do funcionamento é um importante marco para a formação profissional dos jovens de Nossa Senhora do Socorro e das cidades circunvizinhas, pois contribuirá para o desenvolvimento educacional, tecnológico e social da região. “É uma grande satisfação fazer parte da concepção do projeto de implantação do Campus Socorro. Todos nós temos um compromisso institucional com a educação profissional de qualidade. Estamos todos de braços abertos para receber nossos estudantes, assim como a sociedade socorrense”, ressaltou o diretor geral.

Materia publicada originalmente na edição de agosto do jornal A PRÉVIA

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página