Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Grupo organiza ação social com crianças de Itabaiana
Início do conteúdo da página
ARTE E TECNOLOGIA

Grupo organiza ação social com crianças de Itabaiana

Criado: Segunda, 15 de Outubro de 2018, 17h01 | Publicado: Segunda, 15 de Outubro de 2018, 17h01 | Última atualização em Segunda, 15 de Outubro de 2018, 17h04

Brinquedos, balas, pirulitos, pipocas, salgadinhos, refrigerantes... a diversão foi garantida.

Mais de 75 crianças do bairro São Cristóvão, no município de Itabaiana, compareceram ao evento ‘Criança é semente do amanhã e futuro jardim do IFS’, coordenado pelo Laboratório de Ações Práticas à Arte e Tecnologias para o Trabalho (LAPATTra) e em comemoração ao Dia das Crianças. A tarde da última quarta-feira, 10, foi marcada por atividades direcionadas ao público mirim.

O LAPATTra tem o objetivo de estreitar o relacionamento entre o Instituto Federal de Sergipe (IFS) – Campus Itabaiana e a comunidade que está localizada no entorno da estrutura física da instituição. Dessa vez, a ação proposta foi a primeira extensão com o público mirim, dos dois até 12 anos. De acordo com a idealizadora do projeto, Diana Amado, as crianças da região deverão ser os futuros alunos do IFS, por isso é importante essa aproximação.

"Esse canal aberto com a comunidade é um projeto voluntário em que reunimos os esforços de todos com o intuito de formarmos ‘com unidade’ uma rede de sustentabilidade e solidariedade para o bem", afirma Diana Amado. Por meio de doações, foram distribuídos 150 brinquedos, além de balas, pirulitos, pipocas, salgadinhos e refrigerantes. Durante a tarde, várias atividades divertiram as crianças.

Depois do fantoche, realizado pela professora Aline Ferreira, das brincadeiras e do lanche, as crianças construíram a Árvore do Amor. “Esta ação foi muito importante, pois vemos que todos nós somos iguais, ninguém é diferente e estamos todos juntos. Esta proposta só vem mostrar a importância que nós moradores do Bairro temos. Aqui as crianças estão muito felizes, então foi um dia muito produtivo”, desabafa Gilvanete de Jesus Santos, líder comunitária do bairro São Cristóvão.

Segundo Diana Amado, as ações realizadas pelo laboratório são uma maneira simbólica de expressar que as crianças são as sementes do IFS amanhã, além de ser uma prática social, cidadã e concreta de extensão com o bairro. “Fico orgulhosa em possuir tantos colegas abnegados e sensíveis às causas humanitárias. Foi linda a interação total com os pais e crianças da comunidade”, conclui Diana Amado.

Site 1 Site 3

Site 4 Site 5

registrado em:
Fim do conteúdo da página