Essa pagina depende do javascript para abrir, favor habilitar o javascript do seu browser!
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Protagonismo estudantil fortalece curso de Engenharia Civil
Início do conteúdo da página
MOBILIZAÇÃO

Protagonismo estudantil fortalece curso de Engenharia Civil

Criado: Quinta, 07 de Novembro de 2019, 10h19 | Publicado: Quinta, 07 de Novembro de 2019, 10h19 | Última atualização em Quinta, 07 de Novembro de 2019, 15h19

1 1Atuação do centro acadêmico do Campus Estância é referência entre gestores públicos, profissionais liberais, empresários e entidades de classe 

O protagonismo dos alunos do curso de Engenharia Civil do Instituto Federal de Sergipe (IFS) – Campus Estância é referência para além dos muros na instituição. Professores, gestores públicos, profissionais liberais, empresários e entidades de classe reconhecem a capacidade de mobilização e o compromisso socioambiental dos estudantes, a busca por qualificação, novos conhecimentos e formação reflexiva e a articulação com o setor produtivo e a sociedade. 

1 4O ponto forte da organização estudantil é o Centro Acadêmico de Engenharia Civil, fundado em 2017 e, desde então, envolvido em atividades e eventos de capacitação, integração, voluntariado e engajamento político, vinculados ao comprometimento com as questões sociais. O destaque é a Semana de Engenharia Civil Solidária (Secis), que nasceu com objetivo de promover o aprimoramento profissional, a troca de experiência e saberes e oferecer subsídio para que os estudantes encontrem seu lugar na profissão. 

1 3Em sua terceira edição, realizada no mês de outubro, o evento contou com minicursos, palestras, debates e a participação de renomados engenheiros, arquitetos, empresários e profissionais liberais, que disponibilizaram seu conhecimento a serviço da formação dos alunos. Foram quatro dias de programação diversificada e atrativa, que conseguiu mobilizar um número expressivo de estudantes, professores, servidores e segmentos ligados à cadeia produtiva da engenharia. 

“O evento foi grandioso e superou as expectativas. Cumprimos o objetivo proposto, uma vez que tivemos muita diversidade de conteúdo e possibilitamos que o estudante do Campus Estância encontrasse o seu lugar na engenharia. Inclusive, tivemos muitos elogios de entidades como o Crea-SE, CreaJR-SE, Mutua-SE e Sulgipe. Gostaria de agradecer à equipe do Caec que se empenhou em todas as etapas da organização”, comemorou Bianca Macedo, ex-presidente do Centro Acadêmico, que acaba de eleger a nova gestão. 

Reconhecimento

Os alunos participaram ativamente das discussões e reconheceram a qualidade da programação. “A melhor semana do IFS é a Semana de Engenharia. Temos acesso a outros engenheiros, que contam suas histórias e desafios, e a minicursos que enriquecem nosso currículo e nos ajudam a aprender mais. Até mesmo os alunos têm oportunidade de ministrar minicursos, como foi o meu caso, que ensinei o que sei sobre autocad. Tivemos acesso a palestrantes de renome nacional, um melhor que o outro, e tudo isso sem gastar muito”, destacou Milena da Cruz Mota, 20 anos.

 Segundo Milena Mota, a gestão do centro acadêmico é inovadora, engajada e comprometida. “A ideia partiu dos próprios estudantes e só depois os professores e servidores apoiaram a iniciativa. O pessoal do Caec sempre busca melhorias para nós, realiza palestras, viagens, minicursos, visitas técnicas, defende os nossos interesses e nos mantém informados e atualizados. Tudo é feito visando nosso crescimento estudantil e profissional”, reconheceu.

 Com apenas cinco anos de existência, o curso é pioneiro na região Sul e acaba de entregar ao mercado os seis primeiros engenheiros formados no município – um deles, Kevin Azevedo Assunção, 21 anos, acaba de ser aprovado no concurso para engenheiro da Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade de Santa Catarina. Apesar de tão pouco tempo, o curso já conseguiu o reconhecimento do Ministério da Educação (MEC) com conceito 4, figura entre o seleto grupo de excelência em ensino superior no país e tem um corpo discente proativo, talentoso e mobilizado.

 Segundo o presidente do Crea-SE, o engenheiro Agrônomo Aricio Resende Silva, os centros acadêmicos das instituições de ensino superior são importantes na formação dos futuros profissionais da engenharia, agronomia e geociências. “Nesse sentido, o Caec vem desenvolvendo um papel fundamental na busca de conhecimento técnico e cultural, realizando eventos e sempre interagindo com os estudantes e o Crea-Se, contribuindo assim com o crescimento e desenvolvimento profissional e da sociedade”, ressaltou.

O professor do IFS – Campus Estância, Matheus Carvalho Conceição, considera fundamental o engajamento dos estudantes com os órgãos de classe e a comunidade externa. “Esse processo se inicia ainda durante a etapa de formação. Os alunos, quando na condição de formados, já estarão familiarizados com os órgãos e seu funcionamento. Outro ponto é a criação, ainda na condição de estudante, de uma rede de contatos do seu futuro entorno profissional”, destacou.

registrado em:
Fim do conteúdo da página