Essa pagina depende do javascript para abrir, favor habilitar o javascript do seu browser!
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Conheça nossos cursos > Cursos > Superiores > Bacharelado em Engenharia Elétrica
Início do conteúdo da página

 

 

BACHARELADO EM ENGENHARIA ELÉTRICA – CAMPUS LAGARTO

Sobre o curso

Perfil profissional

Matriz curricular

Infraestrutura

Contato

Professores

PPC

Colegiado

 

1. SOBRE O CURSO

 

DADOS GERAIS
Carga Horária: 3.615 horas

Regime: Semestral

Turnos de oferta: Vespertino - Segunda à Sexta: 13:00 as 17:30
Noturno - Segunda à Sexta: 19:00 às 22:20 h

Duração: 5 anos

Forma de oferta: Bacharelado em Engenharia Elétrica

Local de Oferta: Campus Lagarto

Tabela 1 – Dados do Curso de Engenharia Elétrica

DADOS DO CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA

HABILITAÇÃO

Engenharia Elétrica com ênfase em Controle e Automação

ENDEREÇO DA IES

Rua Cauby (Estrada da Barragem), 523, Jardim Campo Novo, Lagarto - SE, 49400-000

DESCRIÇÃO DO CURSO

Curso Engenharia Elétrica do IFS do Campus de Lagarto possui ênfase em Controle e Automação. O profissional formado poderá realizar as atividades referentes no que se refere ao controle e automação de equipamentos, processos, unidades e sistemas de produção, seus serviços afins e correlatos

IMPLANTAÇÃO DO CURSO

2017.2

NÚMERO DE VAGAS

30 vagas por semestre

NÚMERO DE TURMAS

2 turmas por ano

REGIME ACADÊMICO

Periodização semestral. Cada período tem duração de 100 (cem) dias letivos.

REGIME DE MATRÍCULA

Semestral

DIMENSÃO DAS TURMAS

Aulas teóricas: até 45 alunos; Aulas práticas: até 20 alunos

TEMPO PARA INTEGRALIZAÇÃO

MÍNIMO

5 (cinco) anos

MÁXIMO

7,5 (sete e meio) anos

TURNO DE FUNCIONAMENTO

Vespertino - Segunda à Sexta: 13:00 as 17:30

Noturno - Segunda à Sexta: 19:00 às 22:20 h

REGIME DO CURSO

Sistema de Créditos

TOTAL DE CRÉDITOS

241 Créditos

CARGA HORÁRIA

Carga Horária Teórica: 2.265 horas

Carga Horária Prática: 750 horas

Carga Horária Optativa: 240 horas

Carga Horária de Estágio: 300 horas

Carga Horária de At. Complementares: 60 horas

Carga Horária Total: 3.615 horas

FORMA DE INGRESSO

Sistema de Seleção Unificada (SISU) e

Processo Seletivo IFS utilizando Boletim do ENEM e em obediência as leis em vigor

OBJETIVOS
Objetivo geral

Formar profissionais em Engenharia Elétrica, com ênfase em Controle e Automação, por meio de uma proposta fundamentada em conhecimentos científicos e tecnológicos historicamente produzidos, bem como promovendo momentos de interação com experiências culturais e de trabalho, para que sejam capazes de atuarem crítico e criativamente na compreensão e no desenvolvimento de inovações tecnológicas, mantendo-se com credenciais para encarar os desafios contemporâneos.

 

Objetivos específicos

 

  1. Promover o acesso a uma sólida base de conhecimentos técnicos, que sejam suficientes para o desenvolvimento de habilidades e competências a serem desempenhadas nas áreas da atuação profissional;

  2. Desenvolver atividades com ênfase em conhecimentos que possam estimular a criatividade, a inovação, o pensamento crítico e a compreensão do funcionamento da sociedade em que vive;

  3. Possibilitar a participação em ações de pesquisa e extensão, dando a condição de experimentação do conhecimento teórico trabalhado, por meio da utilização de laboratórios e ambiente prático;

  4. Proporcionar o exercício de implantação e supervisão das soluções de Engenharia, trabalhando capacidades e aptidões necessárias à avaliação de necessidades dos usuários e seus contextos;

  5. Estimular o aprofundamento referente a legislação e demais atos normativos que discorrem sobre o exercício profissional, para que tenham uma atuação condizente aos princípios éticos e legais.

 

2. PERFIL PROFISSIONAL

 

No campo da Engenharia, a rapidez com que ocorrem as transformações científicas e tecnológicas tem um efeito contundente. Na Engenharia Elétrica, por tratar-se de uma área onde o surgimento das novas tecnologias tem repercussão praticamente imediata, é necessário que o Engenheiro Eletricista tenha a capacidade de compreender e absorver o vertiginoso ritmo das inovações, com rapidez e eficiência.

Além de conhecimento, habilidades e competências técnicas, o Engenheiro Eletricista deve desenvolver a consciência dos aspectos humanísticos, sociais, éticos e ambientais envolvidos na sua ação profissional.

Nesse sentindo, o perfil do profissional formado pelo IFS – Campus de Lagarto está em consonância com o quanto definido no art. 3º da Resolução CNE/CES 11, de 11 de março de 2002, que especifica:

Art. 3º O Curso de Graduação em Engenharia tem como perfil do formando egresso/profissional o engenheiro, com formação generalista, humanista, crítica e reflexiva, capacitado a absorver e desenvolver novas tecnologias, estimulando a sua atuação crítica e criativa na identificação e resolução de problemas, considerando seus aspectos políticos, econômicos, sociais, ambientais e culturais com visão ética e humanística, em atendimento às demandas da sociedade.

O Engenheiro Eletricista formado no Curso de Engenharia Elétrica do IFS –Campus Lagarto estará apto ao exercício das seguintes competências e habilidades gerais:

  1. Aplicar conhecimentos matemáticos, científicos, tecnológicos e instrumentais à engenharia;

  2. Projetar e conduzir experimentos e interpretar resultados;

  3. Conceber, projetar e analisar sistemas, produtos e processos;

  4. Planejar, supervisionar, elaborar e coordenar projetos e serviços de engenharia;

  5. Identificar, formular e resolver problemas de engenharia;

  6. Desenvolver e/ou utilizar novas ferramentas e técnicas;

  7. Supervisionar a operação e a manutenção de sistemas;

  8. Avaliar criticamente a operação e a manutenção de sistemas;

  9. Comunicar-se eficientemente nas formas escrita, oral e gráfica;

  10. Atuar em equipes multidisciplinares;

  11. Compreender e aplicar a ética e responsabilidade profissionais;

  12. Avaliar o impacto das atividades da engenharia no contexto social e ambiental;

  13. Avaliar a viabilidade econômica de projetos de engenharia;

  14. Assumir a postura de permanente busca de atualização profissional. (Art. 4º da Resolução CNE/CES 11, de 11 de março de 2002).

O profissional formado poderá realizar as atividades referentes no que se refere ao controle e automação de equipamentos, processos, unidades e sistemas de produção, seus serviços afins e correlatos, conforme definido no art.1º da Resolução nº 427, de 05 de junho de 1999, do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (CONFEA).

Conforme estabelecido no art. 1º da Portaria 1.694/94 – MEC, a Engenharia de Controle e Automação é uma habilitação específica, que teve origem nas áreas elétricas e mecânicas do Curso de Engenharia. Enquanto não for alterada a Resolução 48/76 – MEC, introduzindo esta nova área de habilitação, os Engenheiros de Controle e Automação, integrarão o grupo ou categoria da engenharia, modalidade eletricista, prevista no item II, letra “A”, do Art. 8º, da Resolução 335, de 27 de outubro de 1984, do CONFEA.

Além disso, é esperado o desenvolvimento da capacidade de raciocínio lógico, de observação, de interpretação e de análise de dados e informações, para que o profissional desenvolva soluções para problemas referentes a sua área de atuação.

Especificamente na área de abrangência da Engenharia Elétrica, o profissional estará apto a:

  1. Equacionamento de problemas de Engenharia Elétrica, utilizando conhecimentos de eletricidade, matemática, física, química e informática, com propostas de soluções adequadas e eficientes;

  1. Criação e utilização de modelos aplicados a dispositivos, sistemas elétricos e magnéticos;

  2. Coordenação, planejamento, operação e manutenção de sistemas na área de Engenharia Elétrica;

  3. Análise de novas situações, relacionando-as com outras anteriormente conhecidas;

  4. Aplicações de conhecimentos teóricos de Engenharia Elétrica a questões gerais encontradas em outras áreas;

  5. Comunicação oral e escrita;

  6. Visão crítica de ordem de grandeza;

  7. Leitura, interpretação e expressão por meio de gráficos.

Verifica-se, pois, que o Curso de Engenharia Elétrica do IFS – Campus de Lagarto forma um profissional apto a exercer as atividades profissionais definidas na Lei nº 5.194, de 24 de dezembro de 1966, que regula o exercício das profissões de Engenheiro, Arquiteto e Engenheiro-Agrônomo, e nas Resolução n.º 218, de 29 de junho de 1973 e nº 427, de 05 de junho de 1999, do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (CONFEA), que discrimina as atividades das diferentes modalidades profissionais da Engenharia, Arquitetura e Agronomia.

3. MATRIZ CURRICULAR 

 

A estrutura curricular do curso de Graduação em Engenharia Elétrica constitui na divisão das disciplinas em três núcleos:

  • Núcleo Básico (para integrar com qualquer curso de engenharia)

  • Núcleo Profissionalizante (para integra com qualquer curso de engenharia Elétrica)

  • Núcleo Específico (direcionado para ênfase em automação e controle industrial).

Além nos Núcleos, a estrutura conta também com o Estágio Curricular, Trabalho de Conclusão de Curso e Atividades Complementares, conforme discriminados nas Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Engenharia especificadas na Resolução CNE/CES Nº. 11/2002, que colaboram para evitar fragmentações no currículo, da mesma forma que faz com que os estudantes vivenciem situações de aprendizagem em que os conhecimentos profissionais e específicos da área sejam aplicados ao longo de todo o curso.

As disciplinas do curso de Engenharia Elétrica foram divididas em 10 períodos semestrais, sendo realizados regulamente em 05 (cinco) anos, de acordo com a fundamentação legal citado inicialmente. Sobre a carga horária (horas-relógio de 60min) e total de aulas semanais ou horários (aula de 50min), o Instituto Federal de Sergipe (IFS) definiu a carga horária/aula de seus cursos em 50 minutos.

A Estrutura Curricular do curso de Engenharia Elétrica, quanto à carga horária, é dividida na seguinte proporção: Núcleo Básico – 40,7%; Núcleo Profissionalizante – 27,4% e Núcleo de Específico – 13,7%, o restante do percentual de 18,3% está distribuído em TCC (1,7%), estágio obrigatório (8,3%), disciplinas optativas (6,6%) e atividades complementares (1,7%).

A seguir é apresentado o fluxograma do curso e as disciplinas por semestre:

1º PERÍODO

Disciplina

Hora-relógio

Pré- requisitos

Teórica

Prática

Total

Cálculo I

90

-

90

Processo Seletivo

Vetores e Geometria Analítica

60

-

60

Processo Seletivo

Introdução a Engenharia Elétrica

15

15

30

Processo Seletivo

Inglês Instrumental

20

10

30

Processo Seletivo

Química Geral

45

15

60

Processo Seletivo

Desenho Técnico

45

15

60

Processo Seletivo

Introdução à Ciência da Computação

30

30

60

Processo Seletivo

2º PERÍODO

Disciplina

Hora-relógio

Pré- requisitos

Teórica

Prática

Total

Cálculo II

90

-

90

Cálculo I; Vetores e Geometria Analítica

Física Geral e Experimental I

70

20

90

Cálculo I; Vetores e Geometria Analítica

Linguagem de Programação

30

30

60

Introdução à Ciência da Computação

Metodologia Científica

30

15

45

Processo Seletivo

Fundamentos de Economia

30

15

45

Processo Seletivo

Métodos Matemáticos Aplicados

45

15

60

Cálculo I;

3º PERÍODO

Disciplina

Hora-relógio

Pré- requisitos

Teórica

Prática

Total

Cálculo III

60

-

60

Cálculo II

Equações Diferenciais Ordinárias

90

-

90

Cálculo II

Física Geral e Experimental II

70

20

90

Física Geral e Experimental I

Resistência dos Materiais

45

15

60

Cálculo I; Vetores e Geometria Analítica

Probabilidade e Estatística

60

-

60

Cálculo II

Cálculo Numérico

45

15

60

Linguagem de Programação

4º PERÍODO

Disciplina

Hora-relógio

Pré- requisitos

Teórica

Prática

Total

Princípios de Comunicações

45

-

45

Probabilidade e Estatística

Ciência e Tecnologia dos Materiais

45

-

45

Química Geral

Física Geral e Experimental III

70

20

90

Física Geral e Experimental II

Modelagem e Simulação

45

15

60

Equações Diferenciais Ordinárias; Probabilidade e Estatística

Circuitos Elétricos I

60

-

60

Física Geral e Experimental II; Equações Diferenciais Ordinárias

Eletricidade Experimental

10

20

30

Física Geral e Experimental II; Física Experimental II

Educação e Diversidade

45

-

45

Processo Seletivo

5º PERÍODO

Disciplina

Hora-relógio

Pré- requisitos

Teórica

Prática

Total

Eletromagnetismo

60

-

60

Física Geral e Experimental III

Eletrônica Geral

60

30

90

Circuitos Elétricos I; Eletricidade Experimental

Fenômenos de Transporte

60

-

60

Equações Diferenciais Ordinárias;

Circuitos Elétricos II

45

15

60

Circuitos Elétricos I

Fundamentos de Administração

60

-

60

Processo Seletivo

Teoria de Controle

75

15

90

Modelagem e Simulação

6º PERÍODO

Disciplina

Hora-relógio

Pré- requisitos

Teórica

Prática

Total

Conversão de Energia

75

15

90

Circuitos Elétricos II; Eletromagnetismo

Acionamento e Comandos Hidro–

Pneumáticos

45

30

75

Fenômenos de Transporte

Instrumentação Industrial

45

15

60

Eletrônica Geral

Eletrônica de Potência

45

15

60

Eletrônica Geral

Tecnologia Mecânica

30

30

60

Ciência e Tecnologia dos Materiais

Circuitos Digitais

30

30

60

Processo Seletivo

7º PERÍODO

Disciplina

Hora-relógio

Pré- requisitos

Teórica

Prática

Total

Acionamento e Comandos Elétricos

30

30

60

Conversão de Energia

Instalações Elétricas Industriais

30

30

60

Circuitos Elétricos II

Microcontroladores

30

30

60

Eletrônica Geral; Circuitos Digitais

Redes Industriais

30

15

45

Circuitos Digitais

Automação Industrial

30

45

75

Circuitos Digitais; Teoria de Controle

Empreendedorismo

60

-

60

Processo Seletivo

Saúde, Meio Ambiente e Segurança no

Trabalho

20

10

30

Processo Seletivo

8º PERÍODO

Disciplina

Hora-relógio

Pré- requisitos

Teórica

Prática

Total

Sistemas Supervisórios

30

15

45

Redes Industriais

Robótica

30

30

60

Microcontroladores; Automação Industrial

Sistemas Embarcados

30

30

60

Microcontroladores

Trabalho de Conclusão de Curso I

15

15

30

175 créditos cursados

Optativa I

(*)

(*)

(*)

(*)

Optativa II

(*)

(*)

(*)

(*)

9º PERÍODO

Disciplina

Hora-relógio

Pré- requisitos

Teórica

Prática

Total

Trabalho de Conclusão de Curso II

10

20

30

Trabalho de Conclusão de Curso I

Atividades Complementares

(**)

(**)

60

(**)

Optativa III

(*)

(*)

(*)

(*)

Optativa IV

(*)

(*)

(*)

(*)

Optativa V

(*)

(*)

(*)

(*)

10º PERÍODO

Disciplina

Hora-relógio

Pré- requisitos

Teórica

Prática

Total

Estágio Supervisionado

-

-

300

200

créditos cursados

(***)

(*) Hora de relógio (teórica, prática e total) e Pré-requisitos depende da disciplina Optativa. O estudante deverá cumprir 240 (duzentas e quarenta) horas relativas às disciplinas optativas para integralização do currículo do Engenheiro de Controle e Automação. As disciplinas Optativas de Tópicos Especiais têm subdivisão de horas, pré-requisito e ementa são definidos pelo professor da disciplina, analisado pelo NDE (Núcleo Docente Estruturante) e homologado pelo Colegiado do curso levando-se em consideração alguns aspectos, entre eles, os perfis de docentes atuantes no curso, a disponibilidade de carga horária deles e as demandas do mundo do trabalho.

(**) A Atividade Complementar é uma componente curricular considerada como atividade, podendo esta ser solicitada a qualquer momento do curso desde que respeite os prazos definidos no regulamento de Atividades Complementares do IFS. Esta componente é obrigatória para integralização do currículo do Engenheiro de Controle e Automação. A quantidade de hora teórica e prática é livre e fica a critério do próprio aluno. A atividade é avaliada através da Tabela De Atribuição de Carga Horária para as Atividades Complementares do curso de Bacharelado de Engenharia Elétrica, aprovado pelo Colegiado. A mesma é integralizada quando atinge carga horária igual ou maior a 60 horas;

(***) O Estágio Supervisionado ou Estágio Obrigatório é uma componente curricular obrigatória para integralização do currículo do Engenheiro de Controle e Automação e atende ao Regulamento Interno De Estágios Dos Estudantes Do IFS e legislação em vigor. A carga horária do Estágio de Engenharia Elétrica é de 300 horas, sendo que parte desta, 30 horas (2 créditos), é realizada com orientação e encontros com o Professor das Disciplina (Professore Orientador) e a outra parte, 270 horas (18 créditos), é realizada no local onde é possível consolidar e aplicar os conhecimentos adquiridos ao longo do curso, assegurando a articulação das competências estabelecidas para a formação do Engenheiro de Controle e Automação. A avaliação do estágio se dará através de fichas de avaliação preenchidas por profissional (Supervisor de Estágio) que acompanha as atividades laborais do estagiário e que atende a habilitação na área de Engenharia Elétrica ou áreas afins, e também através da entrega do relatório técnico final de Estágio. O estudante também será avaliado pelo Professor Orientador através dos acompanhamentos individualizados durante o período da realização do estágio e mediante apresentação oral das atividades de estágio para uma banca e alunos. Em conformidade com a Lei nº 11.788/2008, as atividades de extensão e de iniciação científica na educação superior, desenvolvidas pelo estudante, poderão ser equiparadas ao estágio supervisionado desde que seja comprovado.

4. INFRAESTRUTURA

 

O Curso de Graduação em Engenharia Elétrica do campus IFS pois uma estrutura constituída por sala de coordenação, sala de atendimento aos discentes, sala de professores e mais 10 (dez) laboratórios específicos para Engenharia Elétrica, podendo desenvolver e articular ensino, pesquisa, inovação e extensão no campus. Além disso, o campus dispõe para o curso laboratórios específicos para as disciplinas de Física (02 laboratórios), Química (01 laboratório), Informática (07 laboratórios, dos quais o curso utiliza dois) e Desenho (04 laboratórios, dos quais o curso utiliza um). O estudante do curso pode contar com apoio de toda a infraestrutura do campus além das salas e dos laboratórios, como:

  • Setor multidisciplinar, onde podem contar com apoio pedagógico e psicológico, além de ser assistidos pela Coordenadorias de Assuntos Educacionais e Assistência Estudantil pelo programa institucional composto por projetos, linhas de ações e serviços direcionados ao discente.

  • Biblioteca, com acervo amplo e diversificado, com livros técnicos referente aos cursos ofertados pelo campus, livros paradidáticos, obras de referência, periódicos, além de CD's, DVD's e Audiolivros. Além disso, a biblioteca conta também com computadores conectados à internet via cabo o que promove e facilita a consulta de seus usuários. A biblioteca também conta com iluminação e sistema de refrigeração adequado para o conforto dos usuários, além do recurso para facilitar a acessibilidade como piso tátil, placas informações em braile e uma biblioteca inclusiva para pessoas com deficiência visual ou baixa visão, onde possui material em braile, computador com softwares e jogos específicos para esse público específico.

  • Núcleo de Saúde Escolar (NUSE)

  • Auditório com 250 lugares e miniauditório com capacidade para 70 lugares.

  • Espaço de vivência e refeitório

  • Ginásio de Esportes

  • Minipraças com mesas e cadeiras

Para facilitar a localização dos espaços, na entrada do campus está disponível um mapa com os principais espaços do Campus:

Mapeamento - BLOCO I

Local

Bloco

Referência

Biblioteca

Bloco 1

Térreo

Cordenadoria de Registros Escolares

Bloco 1

Térreo

CTI Extensão

Bloco 1

Térreo

Arquivo

Bloco 1

Térreo

Setor Médico

Bloco 1

Térreo

Container/Stúdio

Ao lado do Auditório

Térreo

Container/Laboratório Lia

Estacionamento, ao lado do Auditório

Térreo

Auditório

Conexão Bloco 1 e Bloco 3

Térreo

Gabinete

Bloco 1

Andar

Gadm

Bloco 1

Andar

Sala De Reunião

Bloco 1

Andar

Den

Bloco 1

Andar

Gensup

Bloco 1

Andar

Achados E Perdidos

Bloco 1

Andar

Antiga Copa

Bloco 1

Andar

Ascom

Conexão Bloco 1 e Bloco 3

Andar; Lateral Esquerda

Sala Dos Motoristas

Conexão Bloco 1 e Bloco 3

Andar; Lateral Esquerda

Banheiros

Conexão Bloco 1 e Bloco 2

Andar; Lateral Direita

Mapeamento - BLOCO II

Local

Bloco

Referência

Laboratório de Química

Bloco 2

Térreo

Laboratório de Física

Bloco 2

Térreo

Laboratório de Biologia

Bloco 2

Térreo

Sala de Desenho 3

Bloco 2

Térreo

Sala de Desenho 2

Bloco 2

Térreo

Sala de Desenho 1

Bloco 2

Térreo

Coordenação de Edificações

Bloco 2

Térreo

Corredor com bancos

Conexão Bloco 2 e Bloco 3

Térreo Esquerda

Sala de Aula 01

Bloco 2

Andar

Sala de Aula 02

Bloco 2

Andar

Sala de Aula 03

Bloco 2

Andar

Sala de Aula 04

Bloco 2

Andar

Sala de Aula 05

Bloco 2

Andar

Sala de Aula 06

Bloco 2

Andar

Sala de Aula 07

Bloco 2

Andar

Laboratório de Cad

Bloco 2

Andar

Banheiros

Conexão Bloco 1 e Bloco 2

Andar; Lateral Esquerda

Passarela

Conexão Bloco 2 e Bloco 3

Andar; Lateral Esquerda

Passarela

Conexão Bloco 2 e Bloco 4

Andar; Lateral Direita

Mapeamento - BLOCO III

Local

Bloco

Referência

Laboratório De Cad Emec

Bloco 3

Térreo

Laboratório De Refrigeração

Bloco 3

Térreo

Laboratório De Máquinas E Acionamentos Elétricos

Bloco 3

Térreo

Laboratório de Robótica e Inteligência Artificial

Bloco 3

Térreo

Laboratório de Mecânica

Bloco 3

Térreo

Laboratório de Mecânica

Bloco 3

Térreo

Laboratório De Eletricidade

Bloco 3

Térreo

Laboratório De Topografia

Bloco 3

Térreo

Coordenadoria de Tecnologia da Informação (CTI)

Bloco 3

Térreo

Auditório

Conexão Bloco 1 e Bloco 3

Térreo (direita)

Corredor

Conexão Bloco 3 e Bloco 4

Térreo Esquerda

Rampa de acesso aos Blocos

Lado do Bloco 3

Térro ao 1º Andar

Laboratório De Pesquisa Física Experimental

Lado do Bloco 3

Térreo lateral direita

ao lado da Rampa

Miniauditório

Bloco 3

Andar

Laboratório De Física Moderna

Bloco 3

Andar

Sala Pró-Funcionário (EAD)

Bloco 3

Andar

Sala da Coordenação e Professores da CCHS

Bloco 3

Andar

Sala De Aula 10

Bloco 3

Andar

Sala De Aula 9

Bloco 3

Andar

Sala De Aula 8

Bloco 3

Andar

Laboratório de Controle E Simulação

Bloco 3

Andar

Passarela

Conexão Bloco 3 e Bloco 4

Andar; Lateral Direita

Mapeamento - BLOCO IV

Local

Bloco

Referência

Laboratório De Instalações Elétricas E Residenciais

Bloco 4

Térreo

Laboratório De Instalações Hidráulicas E Sanitárias

Bloco 4

Térreo

Laboratório De Solos

Bloco 4

Térreo

Coordenação de Arquitetura e Urbanismo

Bloco 4

Térreo

Laboratório De Material De Construções

Bloco 4

Térreo

Corredor

Conexão Bloco 3 e Bloco 4

Térreo Esquerda

Banheiros

Conexão Bloco 4 e Vivência Estudantil

Térreo Esquerda

Grêmio Estudantil

Conexão Bloco 4 e Vivência Estudantil

Térreo

Napne

Conexão Bloco 4 e Vivência Estudantil

Térreo

Corredor

Conexão Bloco 4 e Bloco COINF

Térreo Esquerda

Corredor

Conexão Bloco 2 e Bloco 4

Térreo Direita

Laboratório De Metrologia

Bloco 4

Andar

Coordenadoria De Eletromecânica

Bloco 4

Andar

Laboratório De Eletrônica De Potência

Bloco 4

Andar

Laboratório De Automação Industrial E De Instrumentação

Bloco 4

Andar

Sala De Pesquisa Espínola

Bloco 4

Andar

Laboratório De Hidro-Pneumática

Bloco 4

Andar

Laboratório Maker – Ângelo

Bloco 4

Andar

Deposito

Bloco 4

Andar

Sala Dos Professores Eletromecânica

Bloco 4

Andar

Passarela

Conexão Bloco 3 e Bloco 4

Andar; Lateral Esquerda

Passarela

Conexão Bloco 4 e Bloco 2

Andar; Lateral Direita

Banheiros

Conexão Bloco 4 e Vivência Estudantil

Andar; Lateral Esquerda

Mapeamento - BLOCO COINF

Local

Bloco

Referência

Banheiros

COINF

Térreo, à Direita

Laborattório de Informática 01

COINF

Térreo, à Direita

Laboratório de Eletrônica Digital

COINF

Térreo, à Direita

Sala de Professores de Engenahria Elétrica e Automação Industrial

COINF

Térreo, fim do corredor

Sala de Pesquisa

COINF

Térreo, fim do corredor a esquerda

Sala de Aula 12

COINF

Térreo, à Esquerda

Sala de Aula 11

COINF

Térreo, à Esquerda

Sala de Pesquisa CBSI - Grufee

COINF

Térreo, à Esquerda

Coordenação de Sistema de Informação

COINF

Térreo, à Esquerda

Escada de acesso ao 1º Andar

Frente de Bloco COINF

Térro ao 1º Andar

Corredor

Conexão Bloco 4 e Bloco COINF

Térreo Direita

Laborattório de Informática 02

COINF

Andar

Laborattório de Informática 03

COINF

Andar

Laborattório de Informática 04

COINF

Andar

Laborattório de Informática 05

COINF

Andar

Laborattório de Informática 06

COINF

Andar

Mapeamento – Vivência Estudantil

Local

Bloco

Referência

Sala da Coordenação e porfessores de Física

Vivência Estudantil

Térreo, à Esqueda

Cozinha do Refeitório

Vivência Estudantil

Térreo, à Esqueda

Dispensa do Refeitório

Vivência Estudantil

Térreo, à Esqueda

Refeitorio 01

Vivência Estudantil

Térreo, no centro da Vivência

Setor de Arquivamento

Vivência Estudantil

Térreo, à Direita

Sala de Pesquisa de Física 02

Vivência Estudantil

Térreo, Externo à Direita

Refeitorio 02

Conexão De Blocos

1º Andar

Mapeamento – Outros Locais

Local

Bloco

Referência

Garagem

Adjacente ao Bloco da COINF

Térreo

Copa

Adjacente ao Bloco da COINF

Térreo

Ginásio

Fundo da Vivência

Térreo

Quadra de Volei de Areia

Fundo da Vivência

Térreo

Minipraças

Entre o Bloco 1 e Bloco 3

Térreo

5. CONTATO

Campus Lagarto:

Telefone: (79) 3321-1509

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.


Coordenador: Lucas Tenório de Souza Silva (PORTARIA Nº 106, DE 19 DE JANEIRO DE 2021)

 

6. PROFESSORES

 

Professores

Titulação

Adriano Ventura Marques

Doutor

Ana Claudia de Melo Oliveira

Doutor

Ângelo Francklin Pitanga

Doutor

Bruna Da Costa Andrade

Doutor

Claudemir Rodrigues Santiago

Doutor

Clayton Rosa Cristovam

Especialista

David De Paiva Gomes Neto

Doutor

Denilson Pereira Gonçalves

Mestre

Diego Lopes Coriolano

Doutor

Dui Barroso Lima Farias

Mestra

Francisco Rodrigues Santos

Mestre

Gilderlan Rodrigues Oliveira

Doutor

Gilmar Silvestre Da Cruz Silva

Mestre

Glauber Fontes De Oliveira Integral (DE)

Especialista

Glauco Luiz Rezende De Carvalho Parcial (20h)

Afastado- Saúde

Gustavo Dória Lima

Mestre

Hercules Antônio Sottero de Macedo

Especialista

Iraí Tadeu Ferreira De Resende

Doutor

Jarbas Cordeiro Sampaio

Doutor

João Paulo Dias de Almeida

Doutor

Jonas Jandson Alves Oliveira

Mestre

José Espínola Da Silva Júnior

Doutor

Lucas Rodrigues Dos Santos

Doutor

Lucas Tenório De Souza Silva

Mestre

Mara Tatiane de Souza Tavares

Doutor

Marcelo Ricardo Santos Da Silva

Mestre

Regivan Santos Souza

Mestre

Ricardo Monteiro Rocha

Doutor

Rodrigo Ribeiro Santos

Mestre

Rosana Rocha Siqueira

Doutor

Stephanie Kamarry Alves De Sousa

Mestre

Thamires Dos Santos

Mestre

Ana Julia Costa Chaves Silva Integral (DE)

Afastada - Saúde

7. PPC

Leia aqui o PPC (Projeto Pedagógico do Curso)

 

8. Colegiado de Engenharia Elétrica

8.1 PORTARIA Nº 2234, DE 28 DE SETEMBRO

 

Professores do Colegiado Atual 2021-2

Vaga

Titular

Coord.

Lucas Tenório de Souza Silva

CEEL

José Espínola da Silva Junior

CEEL

Rodrigo Ribeiro Santos

CEEL

Vago

Externo

Denilson Pereira Gonçalves

Externo

Lucas Rodrigues Dos Santos

Ped.Téc.

Marcelo Ribeiro Santana

Disc.

Rogério Arthur Andrade de Farias

Vaga

Suplente

CEEL

Gilderlan Rodrigues Oliveira

CEEL

Stephanie Kamarry A. de Sousa

Externo

Claudemir Rodrigues Santiago

Ped.Téc.

Fábil Kallil

Disc.

Danilo Santos Oliveira

9. Núcleo Docente Estruturante (NDE)

9.1 PORTARIA Nº 1267, DE 09 DE MAIO DE 2022

Tipo

Professores do NDE Atual 2021-2

Titular

Coord.

Lucas Tenório de Souza Silva

CEEL

Gilderlan Rodrigues Oliveira

CEEL

Stephanie Kamarry Alves de Sousa

AUT+CCSTAI

Ana Claudia de Melo Oliveira*

CLF

Lucas Rodrigues Dos Santos

CCHS

Claudemir Rodrigues Santiago

10. Documentos do Curso:

10.1 Projeto Pedagógico do Curso de Engenharia Elétrica 2017
10.2 Regulamento do Colegiado do IFS
10.3 Portaria do Colegiado
10.4 Regulamento do NDE do IFS
10.5 Portaria do NDE
10.6 Regulamento de TCCs do IFS
10.7 Regulamento de Atividades Complementares do IFS
10.8 Barema de pontuação de Atividades Complementares
10.9 Regulamento de Estágio do IFS
10.10 Fluxograma do Curso de Engenharia Elétrica 2017
10.11 Regulamento de utilização dos Laboratórios
10.12 Mapa de localização

 

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página