Repositório institucional: visibilidade e preservação em um só lugar

Iniciativa amplia visibilidade da produção científica do IFS, além de democratizar o conhecimento por meio do acesso livre e seguro

Preservar a memória intelectual dos seus pesquisadores, possibilitando a pesquisa, leitura e download de publicações, artigos, trabalhos científicos, patentes, marcas e softwares registrados que foram desenvolvidos dentro da instituição. Esse é o principal objetivo do Repositório Institucional (RIFS), espaço virtual idealizado pela Diretoria Geral de Bibliotecas (DGB) do Instituto Federal de Sergipe (IFS). 

repositorio3O propósito é que o RIFS amplie a visibilidade da produção científica do IFS, além de contribuir com a democratização do conhecimento por meio do acesso livre e seguro. O repositório está à disposição dos servidores que desejem depositar seus trabalhos publicados. A ideia é sistematizar uma política de disseminação e disponibilizar à sociedade o resultado das atividades de ensino, pesquisa, extensão e inovação do IFS. Com o intuito de divulgar a experiência do IFS com a criação do RIFS, foi apresentado o artigo ‘Implantação do Repositório Institucional do Instituto Federal de Sergipe – RIFS: experiência com o livre acesso’ nos eventos III Seminário Internacional de Preservação Digital, V Encontro da Rede Cariniana e no Encontro de Usuários de Publicação 2017, que aconteceram entre os dias 3 e 5 de maio, em Brasília.

repositorio1

Para Kelly, é uma alegria ver que todo o esforço iniciado em 2015, para a implantação do repositório, valeu a pena. “Estamos colhendo frutos positivos em tão pouco tempo... só temos a agradecer o empenho de todos os envolvidos e ressaltar que esse é só o princípio, pois ainda há muito trabalho a ser realizado. Contamos com o apoio de toda comunidade acadêmica para dar continuidade ao projeto RIFS”, declara a diretora.

Repositório foi apresentado em congresso internacional em Brasília (Foto: Acervo DGB)

O trabalho é de autoria de Kelly Barbosa, diretora geral de Bibliotecas, Salim Souza, coordenador do RIFS, e Dulce Silva, coordenadora gral de Protocolos e Arquivos. “A grande importância do evento foi tornar o RIFS conhecido em âmbito nacional e internacional, o que aumenta a responsabilidade do IFS quanto à alimentação do repositório, a fim de manter o padrão de qualidade e servir de referência para outras instituições”, afirma Salim.

Conheça o RIFS

©2016 DTI - Diretoria de Tecnologia da Informação | Hospedado por DTI - Diretoria de Tecnologia da Informação do Instituto Federal de Sergipe