Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > São Cristóvão > Campus São Cristóvão realiza grito de carnaval promovendo inclusão e respeito à diversidade
Início do conteúdo da página
Carnaval

Campus São Cristóvão realiza grito de carnaval promovendo inclusão e respeito à diversidade

Publicado: Quinta, 07 de Março de 2019, 15h30

A ação contou com desfile de bloquinho e concurso de rei e rainha

No dia 27 de fevereiro, quarta-feira, o clima carnavalesco tomou conta de vez do campus São Cristóvão, com a realização do tradicional grito de carnaval. O evento, que reuniu toda a comunidade acadêmica, promoveu a animação da festa de Momo e passou a mensagem da importância da inclusão e do respeito à diversidade, através de desfile de bloquinho e concurso de rei e rainha da festa.

Desde o início de fevereiro, o campus vem realizando uma intensa preparação com os alunos para o evento, explicando a história do carnaval e a importância de se trabalhar as temáticas de diversidade e inclusão no ambiente escolar. O assistente de aluno Leonardo Dias idealizou o formato da festa, a professora de artes Lindamar Oliveira conduziu uma oficina de cartazes, a professora de espanhol Conchita Palanca promoveu uma oficina de confecção de máscaras e o assistente de aluno Hélio Wilson Leandro realizou uma oficina de percussão.  ''A integração e a somação de esforços de toda a equipe foram indispensáveis para a concretização da nossa festa, que trouxe ludicidade e conscientização acerca da importância da inclusão e do respeito. Teremos, ao longo do ano, outros eventos com esses vieses”, destaca a gerente de Apoio e Inclusão do campus e uma das organizadoras da festa Penha Bernardes.

O estudante do curso técnico integrado em informática Ryan Leal, 15 anos, conta que gostou muito da festividade, sobretudo do desfile do bloquinho. ''Conseguimos trabalhar de forma positiva a diversidade, o respeito às diferenças e a criatividade. Estamos de parabéns'', comemora.Bloquinho cortado

A discente do curso técnico integrado em agropecuária Alessandra Santos, 17 anos, acredita que um dos pontos altos do evento foi a integração entre os colegas e acrescenta:” Vivemos em uma sociedade extremamente preconceituosa e ações como essas, que buscam respeitar o diferente, são essenciais”, comenta.

 Rei e Rainha do Carnaval

Os alunos José Pedro Paixão, 16 anos, do curso técnico integrado em agropecuária e Lucas dos Santos Alves, 20 anos, do curso técnico integrado em agroindústria, foram eleitos por uma comissão julgadora, formada por professores e técnicos administrativos em educação, o rei e a rainha do carnaval, respectivamente. 

Origem do Carnaval

Para alguns pesquisadores, o carnaval originou-se na Babilônia, como uma festa que concedia o direito a um prisioneiro assumir o lugar do rei por alguns dias e,

no fim da festividade, ser morto. Ainda na Babilônia, existia uma comemoração, em um templo sagrado, em que o rei era humilhado e agredido, para ressaltar a sua inferioridade diante das divindades.

Para o catolicismo, a festa de Momo antecede a Quaresma, momento em que se recorda o período no qual Jesus esteve no deserto, sem comida e sendo tentado pelo demônio.

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página