Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Aracaju > Evento discute inserção de pessoas com TEA no mercado de trabalho
Início do conteúdo da página
INCLUSÃO

Evento discute inserção de pessoas com TEA no mercado de trabalho

Escrito por MARINEIDE BONFIM BASTOS | Publicado: Quinta, 27 de Abril de 2017, 08h51

Atividade fez parte das comemorações ao mês do Dia de Conscientização do Autismo

 conferencistaO Núcleo de Apoio às Pessoas com Necessidades Específicas (NAPNE) do Campus Aracaju realizou segunda-feira, dia 24, a videoconferência: Capacitação em TI e inserção de pessoas com Transtorno do Espectro Autista no mercado de trabalho, na sala 1-S, com a presença de professores, técnicos em educação e alunos. Na ocasião, a diretora da Empresa Specialisterne - Brasil, Fernanda Lima, apresentou o programa de formação e acompanhamento de pessoas com TEA oferecido pela empresa.

Durante a conferência, a diretora de Formação apresentou os perfis que se adequam melhor às demandas do mercado de TI, publicoespecificamente os considerados de Autismo de Alto Funcionamento ou com Síndrome de Asperger, e quais habilidades são melhor aproveitadas para resolver os problemas de empresas de tecnologia, como por exemplo, a atenção aos detalhes, a persistência e continuidade em determinadas tarefas, além da honestidade.

Os participantes do evento foram professores e técnicos em educação do instituto, além de alunos que desenvolvem pesquisa na área da inclusão no curso de Licenciatura em Matemática. “O IFS, como instituição preocupada em formar o cidadão para o mercado de trabalho, tem cada vez mais colaborado com a viabilização das políticas públicas voltadas para a promoção da inclusão social da pessoa com deficiência”, afirma o professor Danilo Lemos Batista, membro da equipe multidisciplinar do NAPNE.

organizadoresSegundo ele, as ações do NAPNE e eventos dessa natureza ampliam o leque de possibilidades para pessoas com necessidades específicas. “Como uma primeira ação dessa natureza, e considerando que o tema ainda é pouco explorado e debatido, consideramos que o evento atendeu às expectativas. Além disso, foi nossa contribuição para a divulgação de informações no mês em que se celebra o Dia Mundial de Conscientização do Autismo, dia 2 de abril”, acrescenta Danilo.

A revisora Braille do NAPNE, Flávia Silva Rocha, esteve a frente da organização do evento, que teve como objetivo principal o de informar a comunidade do campus Aracaju sobre a inclusão de pessoas com TEA no mercado de trabalho.

 

 

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página