Essa pagina depende do javascript para abrir, favor habilitar o javascript do seu browser!
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Servidores do IFS desenvolvem plataforma com quadro vacinal da comunidade acadêmica
Início do conteúdo da página
VACINÔMETRO

Servidores do IFS desenvolvem plataforma com quadro vacinal da comunidade acadêmica

Criado: Quinta, 04 de Novembro de 2021, 09h57 | Publicado: Quinta, 04 de Novembro de 2021, 10h13 | Última atualização em Segunda, 08 de Novembro de 2021, 10h05

Painel é capaz de se autoatualizar três vezes ao dia, coletando e processando informações novas.

Por: Monique de Sá

VACINOMETRO CAPACom a evolução do quadro vacinal contra Covid-19 no Brasil, os índices de infectados pela doença vêm caindo, assim como o número de mortes. Entre os mais de 154 milhões de brasileiros vacinados, 116,2 milhões estão com a imunização completa, o que equivale a mais de 54% da população total. Em Sergipe, a cobertura vacinal em relação à primeira dose está em 73,80% e 50,92% das pessoas estão com a imunização completa.

Os dados referentes à comunidade acadêmica do Instituto Federal de Sergipe (IFS) também poderão ser visualizados, através de uma plataforma (espécie de vacinômetro), criada por um grupo de servidores da instituição, cujo intuito é fazer com que a comunidade interna e externa possa acompanhar a evolução da melhoria do quadro de vacinação do Instituto, bem como do estado de Sergipe.

O vacinômetro já está disponível e sua ideia surgiu a partir de uma publicação do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) das diretrizes para a elaboração de planos de contingência para a retomada do ensino presencial. Neste momento, o grupo de servidores observou o potencial de construção da plataforma, que fosse pública e também acessível.

Segundo Raphael Fontes, técnico em Tecnologia da Informação do IFS e um dos responsáveis pela idealização do vacinômetro, o painel foi desenvolvido nas trilhas de inovação do Programa Ensino 5A, que dão suporte a métodos para impulsionar a qualidade na educação do IFS.

“No âmbito de tecnologias que foram utilizadas para sua construção, o vacinômetro contém o que temos nos dias atuais de mais avançado, desenvolvido em linguagem Python, com o Framework Django. Ele é capaz de construir os indicadores disponíveis da coleta dos dados públicos do DATASUS/Ministério da Saúde (MS) que estão dispostos em um banco de dados orientado a documentos e índices (Elasticsearch) e da Secretaria Estadual de Saúde de Sergipe (SES/SE), além de planilhas online”, explica o servidor.

As informações disponibilizadas na plataforma, referentes ao IFS, foram obtidas através de um questionário on-line encaminhado para servidores, terceirizados e alunos da instituição para que de forma livre pudessem informar se tomaram ou não a vacina. Com os dados, há uma previsão quando ocorrerá a segunda dose (em casos de vacina com mais de uma dose), qual campus e curso possuem o maior índice de vacinação, quais precisarão de maior atenção, dentre outras informações disponíveis.

“Cabe ressaltar que todos os dados que foram encaminhados estão anonimizados no vacinômetro, não sendo possível saber quem é o participante que preencheu o formulário. É possível apenas identificar que uma pessoa, por exemplo, do Campus Itabaiana, do curso de bacharelado em Sistema da Informação respondeu”, ressalta Raphael.

Autoatualização

VACINOMETRO 1O painel é capaz de se autoatualizar três vezes ao dia, coletando e processando as informações novas disponibilizadas no questionário, no Ministério da Saúde ou na Secretaria Estadual de Saúde. Essa autoatualização torna o sistema vivo e autogerenciado, trazendo as informações mais novas sempre que os órgãos publicarem. “Para uma retomada segura, acreditamos que a vacinação é fundamental para nos mantermos seguros. O vacinômetro é o nosso termômetro de segurança para passarmos desse período sem mais danos que a pandemia já nos causou”, reflete Raphael.

O vacinômetro está disponível para qualquer público e conta com duas páginas de indicadores, contando também com um link para o documento oficial do plano de retomada. A primeira página é destinada para o acompanhamento da retomada do ensino presencial. Nela é possível observar os indicadores de: capacidade hospitalar, taxa de transmissão, óbitos e casos, vacinação da população do estado de Sergipe, disponibilização da vacinação para profissionais da saúde e da comunidade acadêmica do IFS. Além destes indicadores, a população pode identificar quais os critérios estão estabelecidos em cada fase e o que é necessário para passar para a nova etapa.

vacinometro 2A segunda página, intitulada de Vacinação no Instituto, conta com os dados que foram coletados pelo questionário encaminhado. Nele é possível ter um apanhado geral da vacinação da comunidade acadêmica, além do impacto que a pandemia causou durante o ensino remoto. Nesta página estão disponíveis os indicadores: tipos de vacina, se mora na mesma cidade do IFS, esquema vacinal completo (tomou segunda dose), percepção do rendimento, cenário para a retomada, percepção da saúde mental, se o participante continuaria de forma remota e o acompanhamento histórico de vacinação com base nas datas que ocorreram as vacinas.

Além disso, a plataforma possibilita filtrar essas informações por: campus, modalidade de ensino, curso e categoria. Para isso basta selecionar qualquer uma das opções e clicar na lupa.

Além de Raphael, a elaboração do vacinômetro contou com a participação de toda a equipe gestora e técnica do Programa Ensino 5A: Alysson Barreto (pró-reitor de Ensino); Alex Santana, Baby de Fátima e Fernando de Lucas de Oloveira, todos da Assessoria de Tecnologias Educacionais (ATED); Juciana Karla da Pró-Reitoria de Ensino (Proen); e com membros de outros setores: Thiago Estácio (Gráfica); Itauan Silva e Jadson Fábio, ambos da Diretoria de Tecnologia da Informação (DTI).

registrado em:
Fim do conteúdo da página