Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Aracaju > Mais de 100 alunos se engajam em projeto de arborização
Início do conteúdo da página
VERDE

Mais de 100 alunos se engajam em projeto de arborização

Escrito por MARINEIDE BONFIM BASTOS | Criado: Quinta, 06 de Junho de 2019, 10h48 | Publicado: Quinta, 06 de Junho de 2019, 10h48 | Última atualização em Quinta, 06 de Junho de 2019, 11h00

A proposta é criar ambientes de convivência dentro do Campus Aracaju

florei se 6No dia 5 de abril deste ano, a professora da disciplina de Biologia II e III , Jane Velma dos Santos Brito, lançou o Projeto Floreie-se buscando desenvolver espaços de ambientação em áreas não utilizadas no campus Aracaju do Instituto Federal de Sergipe e no bairro Getúlio Vargas, onde a instituição está localizada desde a década de 70. A ação ganhou a adesão de 150 alunos dos cursos técnicos integrados ao ensino médio e o apoio da coordenadoria de Ciências da Natureza (CCNAT), direção-geral da instituição e docentes de outras coordenadorias.florei se 2

Na primeira atividade, os alunos realizaram medições e remoção de resíduos em uma área que fica atrás do pavilhão de Informática a qual deverá ser transformada em espaço verde de ambientação. “O projeto começa como piloto em duas áreas internas, pouco visíveis, e se expandirá para todo o campus”, garante a coordenadora da proposta.

Nos dias 30 de abril e 3 de maio, a professora levou um grupo de estudantes, do 2º e 3º anos dos cursos técnicos integrados em Alimentos, Eletrônica e Informática, para conhecer a técnica de enxertia (união dos tecidos de duas plantas, geralmente de diferentes espécies) no campus São Cristóvão do IFS, que possui uma estufa onde são produzidas mudas.

No local, os estudantes aprenderam sobre propagação de plantas e a técnica de vermicompostagem, processo de transformação dos resíduos orgânicos em compostos de alta qualidade em pouco tempo e sem grandes exigências de espaço, tempo ou equipamento, por meio de minhocas. As aulas práticas sobre essas técnicas serão sempre realizadas no campus São Cristóvão, sob a orientação do engenheiro agrônomo e professor Edilson Ribeiro, integrante e co-orientador do projeto.florei se 4

“Tornou-se mais interessante estudar biologia e concluir o aprendizado, pois estamos fazendo pesquisas, realizando visitas técnicas e, nesse processo, estamos adquirindo o conhecimento necessário para aplicar nas áreas não utilizadas do campus. O projeto Floreie-se é importante para a comunidade do IFS campus Aracaju, ele vai além das salas de aula e ressalta o sentido de cuidar do lugar onde vivemos.”, afirma Levi Lemos, aluno do 2º ano do curso técnico integrado em Informática.

A fase atual desse trabalho é de despertar nos alunos e voluntariados o sentimento de zelo e pertencimento ao meio ambiente, mas já tem muitos alunos colocando a mão na massa, ou melhor, na terra. Três vezes na semana (segunda, terça e sexta-feira), os estudantes, supervisionados pela professora, realizam atividades com materiais biodegradáveis, plantio de mudas e avaliam áreas que podem ser, futuramente, alvo da intervenção.

florei se 1“Nossa perspectiva é de que os alunos aprendam conteúdos voltados ao manejo de plantas, propagação vegetativa, ecologia, paisagem, vermicompostagem e, a partir daí, com leitura de artigos científicos e práticas de campo, comecem a fazer interferências em áreas comuns do campus Aracaju criando ambientes de convivência”, explica Jane Velma.

A professora acrescenta que o objetivo do projeto, na verdade, é criar um movimento que comece no campus Aracaju e se estenda por toda a comunidade do bairro Getúlio Vargas, fazendo despertar nas pessoas o interesse pelo paisagismo e, assim, promover um ambiente agradável.

GRUPO DE PESQUISA

Quinta-feira, 30 de maio, o projeto Floreie-se passou a ser um grupo de pesquisa, cadastrado na base de diretórios do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). “Queremos trabalhar com a comunidade externa de bairros próximos do campus Aracaju”, anuncia Jane Velma.

florei se 3A proposta conta com o apoio do escritório de Arquitetura e Paisagismo Ozark, o qual doou o projeto paisagístico das áreas de uso comum do campus Aracaju e foi assinado pela arquiteta e ex-aluna da instituição, Cristina Vânier, mãe do aluno Antony Moura de Oliveira Santana.

"Acho o Floreie-se bastante importante para o IFS por causa da ideia de reaproveitar os espaços mal utilizados, trazendo mais conforto para os estudantes.", pontua a estudante Thayna Viana que cursa o 2° ano do curso técnico integrado em Alimentos . “Queremos proporcionar um ambiente acessível, ecologicamente viável e esteticamente atrativo para todos.”, acrescenta a coordenadora do Floreie-se.

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página